HGM realiza atividades alusivas ao Setembro Amarelo

27 de setembro de 2017

O I Simpósio de Psicologia do HGM foi o marco da campanha na unidade

Durante o mês de setembro se evidencia a campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito dessa realidade no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção. Como uma das principais ferramentas de promoção a saúde na região, o Hospital Geral de Mamaguape também realizou ações trabalhando a temática do chamado “Setembro Amarelo”. Entrevista, vídeo e palestras foram as estratégias utilizadas para evidenciar esse problema de saúde pública.

A instituição tem como prerrogativa aderir às campanhas que visem uma assistência cada vez mais clara e efetiva à população. Sendo assim, se engaja nessa oportunidade, endossando as metas do Ministério da Saúde (MS), que visa reduzir em 10% a mortalidade por suicídio até o ano de 2020. No Brasil, em média, 11 mil pessoas tiram a própria vida ao ano, colocando o suicídio como a quarta maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Quanto aos números relativos às comunidades indígenas, o relatório divulgado pelo MS alertou sobre o fato de ter 44,8% dos suicídios na faixa etária entre 10 a 19 anos. Uma preocupação também para o HGM, já que assiste a uma área com comunidades indígenas potiguaras.

Virgínio Barbosa, Psicólogo do HGM

O “Setembro Amarelo” foi a ocasião ideal para a realização do “I Simpósio de Psicologia do HGM”, que teve como tema: Prevenção ao suicídio: valorização da vida. O evento de hoje (27), idealizado pelo Núcleo de Educação Continuada e Permanente (NECP) em parceria com o Núcleo Psicossocial, ocorreu como um treinamento aos profissionais da unidade, no intuito de todos serem capazes de identificarem sinais em pessoas que estejam passando pelo drama de vislumbrarem na morte a solução dos problemas. “É importante que as pessoas, principalmente os profissionais de saúde, possam ter essa sensibilidade, identificando pacientes, amigos e familiares que sofrem de depressão, e assim poder ajudá-lo indicando um profissional da área, e até mesmo com uma simples conversa”, explicou o Psicólogo Virgínio Barbosa, palestrante do encontro.

 

Psicóloga Ana Karina

O simpósio também foi marcado por um debate mediado pela Psicóloga Ana Karina, tratando das estratégias de enfrentamento e combate ao suicídio. “O debate é importante para orientar como um profissional deve atuar, principalmente alinhado a uma proposta de tratamento multidisciplinar”, disse a Psicóloga.

 

 

O HGM também trabalhou na conscientização da população, concedendo entrevista na rádio local, onde contou com Dr. Frederico Tácito fazendo a explanação do tema no programa Vale Tudo no Rádio, veiculado na Correio do Vale FM. O programa também é veiculado ao vivo pelo Facebook, alcançando também os internautas. Sendo assim, o hospital cumpre seu papel buscando ampliar e fortalecer as ações de promoção da saúde, vigilância, prevenção e atenção integral relacionados ao suicídio, para a redução de tentativas e mortes desse gênero, como preconizado pelo MS nas metas estipuladas até o ano de 2020.

O Hospital Geral de Mamanguape, construído pelo Governo do Estado da Paraíba, foi inaugurado em 02 de julho de 2014. Hoje conta com 70 leitos, sendo 20 na clínica médica, 10 da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), 10 leitos de Pediatria, 15 na Maternidade e 15 na Clínica Cirúrgica. Além disso, são oferecidos também aos pacientes exames laboratoriais, eletrocardiograma e raio-X. Quase 500 profissionais estão envolvidos no funcionamento da unidade. A Unidade presta atendimento aos moradores dos municípios que compõem o Vale do Mamanguape: Rio Tinto, Pedro Régis, Mamanguape, Baía da Traição, Capim, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itapororoca, Jacaraú, Marcação e Mataraca.

HGM ® - Telefone: (83) 3292-9050 Email: contato@hgm-pb.com.br Endereço: Rua Estadual PB, 057 KM 001 Planalto - Mamanguape - Paraíba