HGM participa do “Dia do Coração Fetal”

12 de outubro de 2017

Ação beneficia gestantes indígenas do Vale do Mamanguape

O Hospital Geral de Mamanguape participou na manhã de hoje (12) da ação intitulada “Dia do Coração Fetal”, promovido pelo Instituto Primeiro Olhar, em parceria com a Clínica Nova Diagnóstico, ambos em João Pessoa/PB. O evento ocorreu na capital paraibana, beneficiando gestantes a partir da 20ª semana de gravidez que estão em situação de vulnerabilidade social. Elas tiveram a saúde do coração do bebê avaliada gratuitamente por médicos especialistas através da realização de ecocardiogramas fetais. “A ideia surgiu com o intuito de fazer uma triagem rastreando gestantes com cardiopatias, pois nós trabalhamos com crianças com síndrome de down, e 50% delas possuem cardiopatias”, disse Thayse Dias, Diretora Geral do Instituto.

Dr. Eduardo Fonseca (Nova Diagnóstico) e Isis Unfer (HGM)

O hospital uniu forças ao projeto intermediando para que a população potiguara tivesse acesso ao serviço. Sendo assim, a unidade conseguiu assegurar 22 vagas para gestantes indígenas que integram aldeias nos municípios de Baía da Traição, Marcação e Rio Tinto. “Fiquei muito feliz quando fui procurado pela direção do hospital, principalmente por viabilizar o atendimento a esse grupo, pois essa minoria tem certos aspectos que precisam ser estudados para que os serviços a eles ofertados sejam mais precisos. Estou encantado com o profissionalismo e seriedade com que abraçaram essa campanha e pela iniciativa estratégica deles aplicada à saúde daquela população”, comentou Dr. Eduardo Fonseca (Especialista em Medicina Fetal), Diretor da Clínica Nova Diagnóstica, explicando que além do caráter social, a ação terá fins científicos após análise dos exames.

Para o projeto, inicialmente foi estimado 60 atendimentos, mas às vésperas do evento já se sabia que cerca de 100 atendimentos seriam realizados. O Hospital Geral de Mamanguape deu suporte também na parte estrutural levando a equipe do Posto de Coleta de Leite Humano para orientar as gestantes a respeito do aleitamento materno, o grupo de Musicoterapia e também a equipe de Nutrição para ajudar no Coffee Break. “É um prazer participar de algo dessa natureza. Trouxemos nossos profissionais da ala obstetrícia, expandindo nossas ações para além dos muros de nossa instituição. O importante é que propostas estão atendendo a população indígena, e nos envolveremos em todas as que favorecerem a qualificação dos serviços de saúde”, explicou Reginaldo Lotta, Diretor Assistencial do HGM.

Paciente Daniele Gomes da Silva

Na ocasião, os casos que apresentaram alguma alteração foram instruídos a procurarem o acompanhamento contínuo através dos hospitais de referência da rede SUS. Essa foi a primeira vez dessa atividade no estado. “Foi tudo muito bom, pois agora estou mais tranquila com minha gravidez, sabendo que está tudo correndo bem com meu bebê”, falou Daniele Gomes da Silva, paciente oriunda da Aldeia Monte-Mor, em Rio Tinto/PB, grávida de seu segundo bebê. “Esse é mais um exemplo de que parcerias são fundamentais para o sucesso nas ações de saúde. Nossa instituição está sempre aberta para propostas desse tipo, principalmente quando nos permitem conhecer mais de nossos clientes, como é o caso de hoje, que resultará num diagnóstico da saúde dessas gestantes das tribos potiguaras”, comemora Ísis Unfer, Diretora Geral do HGM.

Confira as Fotos!

HGM ® - Telefone: (83) 3292-9050 Email: contato@hgm-pb.com.br Endereço: Rua Estadual PB, 057 KM 001 Planalto - Mamanguape - Paraíba